O Árabe

Idéias, sentimentos, emoções. Oásis que nos ajudam a atravessar os trechos desérticos da vida...

sexta-feira, 3 de novembro de 2017

O DESÂNIMO E A ESPERANÇA


Existem momentos em que caminhar é penoso.
Em que cada passo parece exigir todas as nossas forças; em que não acreditamos poder dar o passo seguinte. É quando o peso do mundo parece pousar em nossos ombros e em nossas almas.
É quando olhamos ao redor e nada vemos, senão montanhas escarpadas a serem escaladas e abismos profundos a serem vencidos. É quando nossos pés parecem estar presos a grilhões invisíveis.
São momentos em que a solidão e o medo parecem caminhar a nosso lado; e, mais do que isso, tomar as nossas mãos e habitar em nossos corações. Em que tudo nos parece inútil e sem sentido.
Há ocasiões em que a noite não nos traz o repouso abençoado e necessário, mas a inquietação de estar perdido, em meio às trevas que cobrem o mundo; como se a manhã não fosse nascer.
Há instantes em que o desânimo se instala em nós; em que as suas garras dilaceram o nosso entusiasmo. Em que lançamos os olhos sobre o passado, choramos o presente e tememos o futuro.
Sim; há momentos em que os pensamentos galopam, sem controle. Atropelam-se uns aos outros e projetam em nossa mente um pânico intenso e irreal, que nem toda a lógica do mundo pode conter.
Ninguém existe, que caminhe sobre a terra e não haja experimentado esses momentos. Porque, como homens que somos, não nos é dado modificar o passado, pular o presente e prever o futuro.
A inquietação faz parte de nós; está em nossa essência, habita em nossas dúvidas e desafia as nossas crenças. E não poderia ser diferente; porque é necessária, para que sigamos em frente.
É das dúvidas que nascem as certezas, das perguntas que vêm as respostas, das dificuldades que surgem os triunfos, do medo que brota a coragem. É o temor ao fracasso, que nos faz lutar pelo sucesso.
É preciso que assim seja. Porque ninguém pode ser corajoso, se não vencer os seus medos; como ninguém pode julgar-se puro, sem conhecer a tentação; e ninguém será sábio, sem superar a ignorância.
Não nos amedrontemos, entretanto. Porque, assim como a primeira flor volta timidamente a brotar, quando passa o inverno, a força e o entusiasmo voltarão à nossa alma, ao primeiro sinal de esperança. 
Quando mais negra estiver a noite, o primeiro raio de sol romperá a escuridão; quando mais pesada for a solidão, um braço nos sustentará; quando mais tristes estivermos, um sorriso nos encontrará.
Ninguém receberá uma carga maior do que possa carregar; nem sofrerá um frio maior do que suporte o seu cobertor. Sempre haverá uma nova manhã e sempre seremos capazes de dar um novo passo.  
Pois o Coração do Universo caminha conosco, todo o tempo.


Música:
http://ohassan.dominiotemporario.com/marco/1_pianos_magicos_the_impossible_dream.mid

28 Comentários:

Blogger Olhos de mel disse...

Infinitamente triste e na mesma proporção, lindo! Enfim, que Deus possa aquietar seu coração. Que a esperança sempre vença os medos, a desesperança. Porque decerto, haverá um lindo sol, após as nuvens carregadas. A vida é um barco que navega por águas mansas e por águas agitadas. Graças a Deus tenho aprendido a navegar dentre os extremos. Tudo que me dói num dia, no outro, me faz pensar que preciso prosseguir a caminhada. Deixar para trás, tudo que de fato não é pra mim. Abandonar sonhos que nunca passarão de sonhos. Sei que Deus não me daria uma carga que não pudesse transportar.
Gostei muito da foto e da musica!
Bom fim de semana! Beijos

3 de novembro de 2017 19:39  
Blogger ✿ chica disse...

Mensagem maravilhosa,Árabe! E por mais difícil que sejam os dias, a tal da esperança deve conosco estar! abração, tudo de bom,chica

4 de novembro de 2017 03:03  
Blogger Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Boa tarde, Árabe,todos nós, com certeza, já vivenciamos a tristeza, o desamor,
a solidão, a dor......
Porém, sempre haverá o dia seguinte para que possamos sentir a esperança, cada dia será melhor, basta confiarmos em Deus, pois o Universo conspira em nosso favor.
Excelente texto. Abraço!

4 de novembro de 2017 07:30  
Blogger Maria Luzia Araujo disse...

A tão doce esperança jamais poderá faltar nas nossas vidas. Lindo texto Árabe, lindo mesmo, toca o coração da gente. Obrigada e bom final de semana! Abração.

4 de novembro de 2017 12:34  
Anonymous Sérgio disse...

Irmão,
Mensagem altamente reflexiva e sábia.
Eterna gratidão.
Sérgio

5 de novembro de 2017 08:29  
Blogger CÉU disse...

Penso que o desânimo e a esperança caminham, lado a lado, embora em sentidos contrários e um dia, tudo mudará.

Abraços e boa semana, amigo!

5 de novembro de 2017 15:33  
Blogger Ailime disse...

Boa tarde meu Amigo e bom Árabe,
Um texto repleto de pérolas de sabedoria.
Como a vida é tantas vezes cheia de tristeza e dor pelos mais variados motivos e como necessitamos de fé e esperança para seguir em frente.
Depois da tempestade vem a bonança e assim seguiremos sempre confiantes de que bons momentos iremos alcançar. Permita-me que transcreva:” ninguém receberá uma carga maior do que possa carregar; nem sofrerá um frio maior do que suporte o seu cobertor. “!
O nosso fardo será mais leve, porque “o Coração do Universo caminha connosco” e isso nos dá ânimo.
A música é lindíssima embora a tivesse encontrado em outras versões.
Imagem muito bela.
Um beijinho e continuação de boa semana.
Ailime

6 de novembro de 2017 09:40  
Blogger rosa-branca disse...

Olá amigo Árabe, um texto para reflectir que gostei muito. O fardo da vida é bem pesado, por isso é muito difícil caminhar tão carregada. Aos poucos estou a tentar voltar. Amigo, boa semana e beijos com carinho

6 de novembro de 2017 16:33  
Blogger Marina Fligueira disse...

Vaya lección de vida que nos dejas, amigo Árabe: lección y ánimo. N os dejas un texto envuelta en prosa humana y poética.
Ha sido un inmenso placer pasar a leerte
Un abrazo y mi inmensa gratitud.

Se muy -muy feliz.


7 de novembro de 2017 12:51  
Blogger © Piedade Araújo Sol disse...

Amigo Árabe
que tão bem descreve o desanimo, tão verdadeiro que até doi ler.
por vezes nem a esperança dá alento nestes momentos conturbados.
gostei muito de ler.
boa semana.
beijinhos
:)

8 de novembro de 2017 10:03  
Blogger São disse...

A desesperança é uma lâmina que se crava fundo.Penso que são esses momentos que levam ao suicídio.

Que consigamos sempre atravessar esse negrume para ver a luz do outro lado.

Abraço com estima, meu querido amigo

9 de novembro de 2017 01:59  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Olhos de Mel : o sol sempre volta, sim; mesmo as noites mais longas, um dia se tornam passado. Ah... eu também adoro essa música! Bom fim de semana, obrigado.

9 de novembro de 2017 11:37  
Blogger O Árabe disse...

Sempre, Chica; renunciar à esperança seria renunciar à motivação de viver! Obrigado, amiga; bom fim de semana.

9 de novembro de 2017 11:38  
Blogger O Árabe disse...

Com certeza, Marli: todos vivenciamos dores e alegrias, esperanças e desânimo... essas experiências são necessárias ao nosso crescimento! Obrigado, bom fim de semana.

9 de novembro de 2017 11:41  
Blogger O Árabe disse...

Eu não teria dito melhor, Maria Luzia: a esperança jamais pode faltar na vida da gente! Bom saber que você está bem, minha amiga; bom fim de semana.

9 de novembro de 2017 11:42  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, irmão! Gratidão a você, por essa presença constante e amiga; meu abraço, bom fim de semana!

9 de novembro de 2017 11:43  
Blogger O Árabe disse...

É um pensamento interessante, Céu: "lado a lado e em sentidos contrários"... ainda não me havia ocorrido. Obrigado, bom fim de semana!

9 de novembro de 2017 11:45  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Ailime, pela gentileza e amizade. E você está certa: a tristeza e a dor muitas vezes nos buscam, pelos mais variados motivos, e necessitamos da esperança, para seguir em frente! Bom fim de semana, minha amiga; fique bem.

9 de novembro de 2017 11:48  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, rosa-branca; e espero que você consiga voltar logo, amiga; gosto muito do que você escreve! Bom fim de semana.

9 de novembro de 2017 11:49  
Blogger O Árabe disse...

Obrigado, Marina, pela gentileza e amizade. Bom fim de semana, amiga!

9 de novembro de 2017 11:51  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Piedade: às vezes, o desânimo é tão grande, que mesmo a esperança parece afastar-se... mas ela sempre volta! Obrigado, bom fim de semana.

9 de novembro de 2017 11:52  
Blogger O Árabe disse...

Assim também creio, São. Mas ecoo os teus votos: que sempre possamos vencer esses momentos, para reencontrar a luz, do outro lado! Meu abraço, amiga; bom fim de semana!

9 de novembro de 2017 11:54  
Blogger Ateliê Tribo de Judá disse...

Olá meu querido,
olha eu aqui atrasada e toda enrolada rssss mas aos artistas as vezes isso é perdoado, se não perdoar ....bota na conta! rsss

Bom quanto ao texto eu bem sei que em alguns momentos de nossa vida nos encontramos em um deserto sem fim onde não temos outra alternativa além de buscar dentro de nós a força para seguir, no deserto encontramos a solidão, o vazio, onde aprendemos o que é miragem, onde a verdade fica mais evidente e assim saímos fortalecidos porque também é lugar de aprendizado e evolução, as vezes se faz necessário o silencio para aprendermos a ouvir, pensar e amar.

beijãozão amigo!

Joelma

9 de novembro de 2017 12:45  
Blogger Teresa Isabel Silva disse...

Nunca podemos perder a força...
Adorei o texto!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

9 de novembro de 2017 13:13  
Blogger Mariazita disse...

Quando o desânimo ataca... a carga torna-se demasiado pesada.
Mas lá vem a esperança em dias melhores... e a vida volta a sorrir-nos.

Já tinha estranhado a tua ausência... até pensei que estavas zangado, embora a minha consciência não me acusasse de nada.
Gostei muito de te ver de novo.

Bom Fim-de-semana
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

10 de novembro de 2017 03:31  
Blogger O Árabe disse...

Verdade, Joelma: muitas vezes "se faz necessário o silencio para aprendermos a ouvir, pensar e amar.". Ficou ótima a nova imagem do perfil, com a mandala ao fundo! Obrigado, amiga; bom fim de semana.

10 de novembro de 2017 05:27  
Blogger O Árabe disse...

Esta é a mensagem, Isy: nunca podemos perder a força! Obrigado, bom fim de semana.

10 de novembro de 2017 05:27  
Blogger O Árabe disse...

Bem, o disseste, Mariazita: não tenho razões para zangar-me contigo... apenas para agradecer-te, inclusive pelos belos posts! E tens razão: a vida sempre volta a sorrir-nos. Grato, minha amiga; também sempre me alegro em contar com a tua presença. Bom fim de semana!

10 de novembro de 2017 05:30  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial

Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Real Time Web Analytics Clicky